Histórias Culturais urbanas

Durante os últimos anos algumas aproximações históricas à cidade ibero-americana ultrapassaram os limites da história do urbanismo ou daquelas que se aproximavam do fenômeno urbano pelos estudos da legislação e da economia. Como resultado de uma renovação geral da historiografia e particularmente a influência que a mudança cultural teve neste domínio disciplinar, o campo específico da história urbana orientou também seus olhares para perguntas de pesquisa que indagaram o estudo de práticas e representações urbanas, adentrando novas interpretações sobre os espaços dos cidadãos. A atenção sobre registros contidos em suportes literários, fotográficos, audio-visuais, entre outros, assim como o diálogo com outras disciplinas das ciencias humanas e sociais, redundaram na ampliação do campo de ação dos historiadores culturais urbanos. Este eixo temático tem como proposta aos pesquisadores a atenção às cidades ibero-americanas como artefatos culturais, em cidades cujo os fatos urbanos e sua materialidade possam ser compreendidas também em sua dimensão cultural e subjetiva.

Imagem: Ponte Pío IX, década de 1920, Pintor Andrés Balmaceda Bello. Fonte: www.archivovisual.cl 

© 2016 Asociación Iberoamericana de Historia Urbana.

Vista aérea Santiago – Providencia, 1964. Fotógrafo Higinio Avendaño, piloto Juan Pablo Avendaño. Fuente: www.archivovisual.cl 

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now